Espaço de Convivência do Instituto de Física da UFF

Meu perfil

Nome
Antônio
Sobrenome
Duarte Pereira Junior
Email
adpjunior@id.uff.br
Bio
Qual é a estrutura microscópica do espaço-tempo? Qual é e como funciona o mecanismo dinâmico que nos impede de detectar quarks e glúons, partículas elementares, em estados livres? Essas perguntas constituem as sementes das minhas linhas de pesquisa. Em particular, esses problemas são abordados por teorias de campos quânticos que interagem fortemente. Tecnicamente, dizemos que aparecem no regime não-perturbativo das teorias de campos. Um dos maiores desafios nesta área de trabalho consiste em desenvolver técnicas que vão além da usual teoria de perturbação, ferramenta essencial para cálculos práticos. Uma das abordagens para este problema é a utilização do que chamamos de técnicas de renormalização não-perturbativa, um rico cenário que mistura importantes conceitos da física de altas energias e mecânica estatística. Além disso, certas hipóteses que são utilizadas nas aplicações da teoria de perturbações podem ser inconsistentes em regimes não-perturbativos. No caso da teoria das interações fortes, uma dessas hipóteses diz respeito ao próprio procedimento de quantização da teoria. Minha pesquisa está centrada em lidar e desenvolver técnicas não-perturbativas que podem ser utilizadas na teoria das interações fortes e no procedimento de quantização da interação gravitacional. Em particular, estou interessado no chamado cenário de Gribov-Zwanziger refinado das teorias de Yang-Mills e no tratamento da gravidade quântica como uma teoria quântica de campos usando o paradigma de segurança assintótica.
Áreas de atuação
Teoria quântica de campos, gravitação, gravidade quântica
Este é o grupo de usuários padrão. Todos os usuários cadastrados existentes são atribuídos automaticamente a este grupo. Grupos podem ser modifi...